ONLINE
1




Partilhe este Site...





Total de visitas: 269007
5 liçoes para educar seu filhote
5 liçoes para educar seu filhote

 “Não”

Preste atenção na coerência de suas ordens: o que você proíbe um dia não deve ser tolerado no outro dia pelas outras pessoas de seu convívio.

Desde sua chegada, é essencial incutir no filhote o sentido da palavra “não”.

  • O ‘não’ será associado a todas as proibições.
  • Ele deve ser categórico e pronunciado com uma voz firme e sem equívoco enquanto você vê o filhote cometer uma ação proibida.
  • No final dessa aprendizagem, não hesite em dar um tapinha nas costas do filhote no momento em que diz “não”. Ele compreenderá rapidamente o significado do ‘não’ e adaptará seu comportamento à simples entonação de sua voz.

 – A limpeza

 

 

Se o seu filhote fez as necessidades em local indevido na sua ausência, não o repreenda! A repreensão só será eficaz se você pegar o filhote no ato.

Um filhote que chega em uma casa geralmente não é treinado.

  • Saia frequentemente com seu filhote, se possível a cada duas horas durante o dia (saídas menos frequentes diminuirão seu aprendizado).
  • Saia após cada refeição, cada despertar e após as brincadeiras.
  • Felicite-o com a voz ou com carícias cada vez que ele conseguir.
  • Se dentro da casa seu cão roda em círculos, espere que ele comece a fazer sua necessidades e o repreenda dizendo “NÃO” com um tom firme e depois faça com que ele saia. Quando tiver terminado suas necessidades, fora de casa, acaricie-o e felicite-o.
  • Enfim, não se esqueça que na cidade a limpeza é imperativa!

 

 – Sentado… deitado… não se mexa

É importante respeitar a cronologia indicada para a aprendizagem dessas três ordens de base e certificar-se que uma ordem está bem adquirida antes de passar à seguinte.
Esses exercícios devem primeiramente ser praticados com o filhote na guia, desde que ele tenha aceitado o uso da mesma.

1 Sentado:
Dando a ordem “sentado”, exerça uma pressão no nível dos rins do filhote, segurando sua cabeça para cima com a outra mão. Assim que ele se sentar, felicite-o, mencionando seu nome e acaricie-o.

2 Deitado:
Comece fazendo com que o filhote se sente, depois se agache ao lado dele. Mantenha suas patas para frente e puxe-as delicadamente para frente. Ao mesmo tempo, dê-lhe a ordem “deitado”. Quando ele se deitar, felicite seu filhote acariciando-o.

3 Não se mexa:
Faça o seu filhote sentar, completando a ordem “sentado” por “não se mexa”. Afaste-se alguns centímetros e se ele se levantar ou segui-lo, diga-lhe “Não” e coloque-o novamente no local inicial repetindo “sentado – não se mexa”.Na medida em que ele progredir nessa aprendizagem, afaste-se cada vez mais do filhote, que estará livre ou preso a uma guia.

 – A caminhada com guia

Nunca bata em seu filhote com a guia: ela deve ser sinônimo de passeio, alegria e não de punição.

Assim como a limpeza, o filhote aprende a caminhada com guia bem cedo.

  • Habitue seu filhote ao uso da coleira, depois inicie a caminhada com guia em casa, várias vezes por dia e sempre em sessões curtas.
  • Agora seu filhote deve aprender a caminhada com a guia na rua. Primeiramente, faça com que ele se sente à sua esquerda (por razões de comodidade pessoal, você pode decidir que será à direita, mas mantenha-se sempre ao mesmo lado), depois dê ordem para avançar e começar a andar.
  • Segure a guia levemente e avance em seu passo: o filhote caminha perto de você, sua cabeça está na altura de seus joelhos e a guia fica maleável.
  • Quando você parar, faça com que ele se sente e recompense-o com uma carícia.
  • Se o filhote puxar, diga “não” dando um puxão seco na guia.

 – O chamado

Se seu filhote não obedece à ordem “aqui”, saia no sentido oposto ou esconda-se: ele ficará inquieto por permanecer sozinho e voltará rapidamente!

Mais que uma ordem, o chamado é um convite para voltar perto de você e receber carícias ou recompensas: o chamado deve ser ligado a um gesto positivo, mas exige muito rigor de sua parte.

  • Comece associando o chamado à distribuição do alimento: um membro de sua família mantém o filhote à distância enquanto você prepara sua refeição. Chame, então, o cão pelo seu nome e diga “aqui”.
  • Pouco a pouco, com carícias, felicitações e estímulos positivos, o filhote assimilará que com a ordem “aqui” ele deve imediatamente vir em sua direção.
  • Ponha isso em prática primeiramente dentro de casa antes de levá-lo para fora, preso por uma guia.